Arquivo da tag: Dusche

Kein Mut

Padrão

Gente, vocês vão ter que me perdoar, mas era impossível tomar banho todo dia na república em que eu morava usando aquelas muletas, morando no terceiro andar (sem elevador) de uma”Fachhaus” antiquíssima, com escadas de madeira do século XII (por aí), (madeira forte, com certeza! Nunca vou esquecer o ruído do rangido quando se pisava nela), degraus assimétricos … e, lembre-se de que no nosso andar não havia banheiro, só toilette! Tínhamos que subir para a república do quarto andar para termos acesso a um chuveiro movido a moedas de marcos alemães. Numa cabine minúscula. E quando as moradoras deixavam, coisa que não acontecia sempre. Complicado, estão percebendo? A situação não era fácil não!

E mais: se eu não tivesse uns 3 amigos pra ficarem comigo enquanto eu subia e descia as escadas até a república de cima, nada feito! Nem morta que eu arriscava “muletar” por aqueles degraus sozinha! Ich hatte gar keinen Mut!

Antes do acidente era bem menos complexo arrumar uma ducha. Eu pedia para os amigos e ia na casa deles me banhar. Ficar pedindo pra tomar banho na casa dos outros é bem esquisito … mas a gente se acostuma, fazer o quê.

Porém naquele momento, super limitada (praticamente presa) pelas muletas, não dava mesmo para descer aquelas escadas e ir até a casa de alguém.

Mas eis que um dia, depois de muitos e muitos dias de neblina e frio gelado, saiu o sol! Ah, quando o sol aparecia não tinha quem resistisse a ele! Todo mundo saía pra rua. E eu também saí naquele dia ensolarado e frio de fevereiro de 1988 para passear de muletas, pelo menos um pouco, pelo Marktplatz de Tübingen …  as mãos sem luvas, geladas, pra me sentir mais segura quando me apoiava nas muletas …

mit Krücken.jpg

Anúncios

Das Hotel

Padrão

Durante a viagem acabei ficando, entre outros lugares, num hotel em Heidelberg. Procuramos pela internet e fizemos a reserva sem problema.

Mas esta postagem não tem nada a ver com propaganda do hotel, embora eu vá citar o seu nome mais pra frente.

O que me ocorreu nesse hotel é que percebi que não amo só o povo, a cultura, os pães e bolos alemães, mas também as janelas, portas e duchas também! Estranho ouvir isso, não?

Eu já tinha me esquecido como as janelas funcionam lá, as três maneiras de manejá-las (fechando-as totalmente com a maçaneta para baixo, abrindo-as totalmente colocando a maçaneta na horizontal, e abrindo-as parcialmente girando a maçaneta para cima), além do quê, elas são duplas e não deixam nem frio nem barulho entrarem!

12470706_10205201540461455_1717761135_o

E as portas? Elas não se encaixam no batente como no Brasil. Veja na foto:

porta fora   porta dentro

Outra coisa: e os chuveiros? Tem coisa mais prática que você escolher a altura que quer/precisa pra tomar uma ducha? Ducha com altura regulável é tudo de bom!

12465451_10205201540781463_957231018_o

Algumas destas fotos foram tiradas no hotel em que me hospedei em Heidelberg:

https://hotelo-heidelberg.de/