das Glatteis

Padrão

Saindo do pronto socorro, me dirigi ao carro do meu amigo e fomos para a minha república. Andei de braços dados com ele, porque a insegurança era grande! Ainda  mais no inverno, aquele chão escorregadio …

Voltei a trabalhar porque não tinha mais como viver de dinheiro emprestado. Lá, se eu não trabalhava, também não ganhava! Mas não voltei mais naquele restaurante grego, já que eu tinha pedido demissão (para lembrar, procure os posts “Der neue Job” e “Die Treppe – eine komplizierte Beziehung”). Comecei a trabalhar num restaurante alemão que empregava estudantes. Três dias por semana, e algum dia no fim de semana também. Trabalhava de bota porque tinha pavor de torcer o pé, que ainda estava muito sensível, além da perna estar fraquinha.

Apesar de todos os cuidados ao andar, lembro direitinho de um dia em que torci o pé andando pela rua … parei, chorei um monte apoiada numa parede qualquer e … continuei andando, fazer o quê …

glatteis-strasse-100-768x432

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s