Der Sprachkurs

Padrão

Bom, já estava morando numa república e trabalhando no restaurante grego. Faltava só começar a estudar. Fui me informando sobre as possibilidades de entrar numa faculdade: quais seriam as exigências? E os exames de admissão? Que tipo de curso eu poderia fazer lá? Tendo já concluído uma faculdade no Brasil, eu teria mais chances de ingressar numa faculdade alemã? Quantas dúvidas eu tinha …

Mãos à obra: me informar na Universidade, com outros brasileiros, com alemães que tinham amigos estrangeiros etc. Fiquei sabendo que, por eu já ter um diploma universitário, só necessitaria prestar uma prova de proficiência no Alemão (releia aqui o post “Die Brasilianer”). Essa prova seria em setembro, e estávamos em maio/junho. Tinha que me apressar em começar a estudar para ela! Mas como? O que estudar?

Em mais uma batalha por informações, descobri que já estava em andamento um curso preparatório para a prova de Alemão para interessados estrangeiros. Uhu! Vamos lá! Renn, Olga, renn! Die Zeit vergeht schnell!

Matrícula feita, curso iniciado! Nossa, quanta gente naquela sala! De vários lugares do mundo, principalmente dos Estados Unidos (o que não me agradava muito, mas comento mais sobre isso num próximo post). Curso intensivo e intenso, de gramática, vocabulário, cultura alemã, um pouco de literatura, muito legal! Prova toda semana e muito estudo em casa. Como todos tínhamos grande interesse em entrar na faculdade, estudávamos com afinco, nos reuníamos em grupo, enfim, aproveitamos bem o que nos foi oferecido (aliás, de graça;  o curso era fornecido pela Universidade para alunos de qualquer lugar e de qualquer área de estudo de interesse). Se não tinha gente folgada? Ah, claro que tinha, né? Como não …

 studenten im unterricht

 

Anúncios

Sobre frausantana

Professora de alemão há mais de 20 anos, apaixonada pela língua alemã, pelo país, pelo povo ... pelos pães, pelos bolos ... Formada em Letras pela UNICAMP, licenciada em Alemão pela UFPR, estudou língua e literatura alemãs na Universidade de Tübingen e Tradução na Universidade de Heidelberg. GDS pelo Instituto Goethe.

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s