Arquivo mensal: fevereiro 2014

Auf der Straße

Padrão

São tantos os estranhamentos quando se vive num outro país, numa outra cultura … às vezes eles duram bastante, às vezes a gente se acostuma rapidinho com eles … mas também há os estranhamentos, muitos, que se transformam em “encantamentos”, após um período de reflexão sobre aquela coisa/aquele comportamento tão diferente do nosso! Isso é muito bacana …

Um desses estranhamentos eu vivi simplesmente caminhando pelas ruas de Tübingen. Fui notando, dia após dia, que nenhum homem olhava pra mim nas ruas. Não olhava, não comentava … que coisa mais estranha! Eu estava (infelizmente) acostumada com a abordagem masculina quando andava pelas ruas da minha cidade, desde criança … e como isso era, no mínimo,  desagradável! Quem é mulher, sabe do que estou falando. Causava insegurança, medo, raiva, desconforto, só sentimentos ruins.

Esse foi um exemplo de estranhamento, digamos, positivo. Ninguém, durante os 6 anos que vivi lá, me abordou de maneira desrespeitosa nas ruas. Nenhum homem me olhou  de forma constrangedora, nenhum assobiou ou fez algum comentário. Isso é uma das coisas que mais me encantou lá. Caminhar sossegada pelas ruas, à hora que eu quisesse (até de madrugada), sem ser incomodada por ninguém. Não tem preço!

fussgänger in tübingen

Keine Ahnung!

Padrão

Ah, nada como aprender uma expressão ao vivo e a cores!

Tübingen, primeiras semanas: comprei um mapa, achando que ele me ajudaria a encontrar alguns lugares … ah, que ingenuidade a minha! Não entendo e nunca entendi mapas. Ô dificuldade, viu?

Bom, diante desse fato, decidi perguntar para as pessoas que passavam onde ficava uma certa rua em Waldhäuserost, bairro de Tübingen. Todo mundo me respondia: “Keine Ahnung!”. Nossa, que será isso que todo mundo tá repetindo? Alguma dica? Algum atalho? Alguma referência? Nada disso … foi só quando um rapaz foi beeeem expressivo (fisicamente), que eu comecei a pensar na possibilidade da palavra “Ahnung” significar “noção, ideia”. Ahhh bom, agora faz sentido!

Tive que achar o endereço na raça mesmo … pernas pra que te quero!

 keine Ahnung
 

Der Teig

Padrão

Como já comentei, tenho sérias dificuldades de memorização. Isso, pra quem quer aprender uma língua estrangeira, é de arrancar os cabelos. Sobretudo no caso da fixação de vocabulário. Desesperador mesmo! Sabe a personagem Dori do filme “Procurando Nemo”? Mais ou menos por aí … mas nada que tivesse me desmotivado. Pelo contrário: quanto mais difícil, mais motivada eu me sentia a aprender aquela palavra, aquela expressão, aquele novo verbo etc.

Uma das palavras que tive dificuldade em memorizar eu ouvia todo dia, todo santo dia no restaurante grego. Mesmo assim, todo santo dia eu fazia aquela cara de “gente, acho que eu já ouvi essa palavra antes, mas o que é que ela significa mesmo?”. Era a dona do restaurante, com quem eu dividia todo o trabalho na cozinha, que usava essa palavra, e como ela não tinha muita paciência, imagine só a situação …

O fato era que todos os dias eu tinha que preparar a massa da PITA. Então todo dia, a uma determinada hora, ela me dizia: “Jetzt Teig machen.”. “Teig? Hum, que que era isso mesmo?”. Mein Gott, que cabeça … a minha chefe grega fazia “aquela” cara e explicava mais ou menos … eu lembrava e ia preparar a bendita massa.

Até que um dia ela perdeu definitivamente a paciência e começou a gritar comigo. O que ela gritou? Ah, sei lá, não entendi nada! Mas o fato é que no meio da gritaria ela me perguntou como era TEIG em português. Eu traduzi como MASSA. Ok, ok, ela disse que a partir desse dia falaria essa palavra pra mim em português.

Eis que no dia seguinte ela vira pra mim e diz: “So, jetzt MASSA machen.” Ãhn? Que diacho de palavra era essa que eu nunca tinha ouvido falar? Gente, lembrei rapidinho. Só precisei de alguns segundos depois de ela me olhar furiosamente … nunca mais esqueci a palavra TEIG …

Bom, PITA é uma delícia, assim como outros pratos gregos (vou comentar em próximos posts). É um tipo de sanduíche grego, recheado com carne, repolho marinado, queijo feta e molho de alho. Hum, bom demais … vão aí algumas imagens (a primeira é a bendita TEIG) pra abrir o apetite:

teig 1

pita

pita 2